Caderno de Conflitos no Campo será lançado na próxima sexta-feira (6) em Juazeiro

No ano passado, a violência no campo cresceu de forma assustadora no país. Foram registradas 1.079 ocorrências de conflitos por terra, maior número desde 1985, e 61 assassinatos, o que corresponde a um aumento de 22% em relação a 2015. Esses dados fazem parte do relatório anual, produzido pela Comissão Pastoral da Terra (CPT), que será apresentado na próxima sexta-feira (6) em Juazeiro.

O “Caderno de Conflitos no Campo Brasil 2016” é fruto do trabalho de várias equipes de documentação e agentes da CPT de todo o país. O relatório, publicado anualmente há mais de 30 anos, documenta ocorrências de conflitos no campo relacionadas a questões de terra, água, trabalho e violência contra a pessoa. Segundo dados do Caderno, a Bahia se tornou o terceiro estado mais conflitivo do país, se igualando ao Pará. 102 conflitos por terra e quatro assassinatos foram registrados no estado baiano em 2016.

O lançamento do Caderno de Conflitos acontecerá às 18h, no Departamento de Tecnologias e Ciências Sociais da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Campus III. A atividade integra a programação do 1° Seminário de Direitos Humanos no Vale do São Francisco: Diálogos Interdisciplinares, promovido pelo Colegiado de Direito da instituição.

Na ocasião, também será realizado o lançamento do primeiro número da  publicação “No Rastro da Grilagem”, intitulado “Formas Jurídicas da Grilagem Contemporânea”.  A revista, produzida pela Associação de Advogados de Trabalhadores Rurais do Estado da Bahia (AATR) em parcerias com entidades e movimentos sociais, visa servir como um instrumento de análise jurídica, sistematização, reflexão e denúncia de casos de grilagem no estado.

Nove textos sobre grilagens de terras reconhecidas, e em fase de reconhecimento, pelo Estado da Bahia fazem parte da obra. Entre os textos, dois tratam de grilagens que aconteceram em comunidades tradicionais de fundos de pasto do Território do Sertão do São Francisco: Angico dos Dias, em Campo Alegre de Lourdes; e Areia Grande, em Casa Nova.

Durante os lançamentos serão vendidos exemplares das publicações. O Caderno de Conflitos custa R$ 25,00 e a revista No Rastro da Grilagem, R$ 20,00.

Serviço:

O quê? Lançamentos do “Caderno de Conflitos no Campo 2016” e “No Rastro da Grilagem”.

Quando? Dia 6 de outubro, às 18h.

Onde? Departamento de Tecnologia e Ciências Sociais, Uneb Juazeiro.

Entrada gratuita.

 

Comunicação CPT Juazeiro

20

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*