Romarias da Terra

romaria 2 As Romarias de Terra são eventos que a Comissão Pastoral da Terra – CPT promove no Brasil inteiro para animação da caminha de fé e de luta das comunidades cristãs, tematizando questões sociais e ecológicas vividas pelos participantes, à luz da Palavra de Deus e da prática de companheiros e companheiras de caminhada.

Na Bahia, desde o ano de 1976, a CPT começou a valorizar as potencialidades da inspiração que se chama Romaria da Terra e das Águas. Foi neste ano que realizou-se a proto-romaria da terra ao Bom Jesus da Lapa, por parte de cerca 300 trabalhadores e trabalhadoras da região de Itaetê e Nova Redenção, da região de Ruy Barbosa.

romaria 1A partir desta, por 33 anos ininterruptos, milhares de trabalhadores e trabalhadoras dos meios populares se congregam por três dias no santuário de Bom Jesus da Lapa, na beira do São Francisco. Ali, com a criatividade e simplicidade típica dos meios populares, “celebram-se”, isto é tornam-se célebres e significativos, momentos de intensa religiosidade e oração junto com caminhadas, manifestações culturais, reflexão e intercâmbio de experiências entre os participantes. Todas as avaliações dão conta de que cada romaria é como fosse um grande momento de alimentação da fé e da luta.

Em 2007, foram 8.000 romeiros em Bom Jesus da Lapam, entre trabalhadores rurais e urbanos, quilombolas, ribeirinhos, catingueiros, indígenas, pescadores, moradores de fundo de pasto, acampados e assentados da reforma agrária, adultos e maioria de jovens.

A Romaria da Lapa, quase sempre no primeiro fim de semana de julho, é a Romaria da Bahia e está aberta a todo o Brasil que preza muito este local tradicional. A mesma iniciativa acontece, porém, com a mesma intensidade, em outras regiões como Bonfim, Ruy Barbosa, Juazeiro, Itabuna, Ilhéus e Vitória da Conquista.